Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI

Virgil Abloh no final do desfile de verão 2020 masculino da Louis Vuitton.

PUBLICIDADE

O mundo da moda recebeu de forma inesperada a notícia devastadora de que Virgil Abloh morreu neste domingo (28.10). O estilista, que criou a Off-White em 2013 e entrou na direção criativa da parte masculina da Louis Vuitton em 2018, vinha lutando contra uma forma rara de câncer há dois anos, de acordo com um post feito em seu perfil oficial. Na mensagem, também foi explicado que ele escolheu lidar com a doença de forma privada em 2019, quando recebeu o diagnóstico, e continuar trabalhando em todas as áreas em que atuava.

"Durante tudo isso, sua ética profissional, curiosidade infinita e otimismo nunca esvoaçaram. Virgil era dirigido pela sua dedicação ao seu ofício e à sua missão de abrir portas para outros e criar caminhos para a equidade na arte e no design. Ele costumava dizer: 'Tudo o que eu faço é para a minha versão de 17 anos', acreditando profundamente no poder da arte de inspirar as futuras gerações", diz o post em seu perfil.


No Instagram do grupo LVMH, o presidente do grupo, Bernard Arnault, escreveu: "Estamos todos chocados com essa notícia terrível. Virgil não era apenas um estilista genial, um visionário, ele era também um homem com uma linda alma e muita sabedoria."

PUBLICIDADE

Filho de imigrantes ganeses, Virgil Abloh nasceu em 30 de setembro de 1980, em Rockford, cidade nos arredores de Chicago, nos Estados Unidos. Sua mãe era costureira e foi ela quem lhe deu as primeiras lições de moda. No entanto, realizando o sonho de seu pai optou por outro caminho no ensino superior, graduando-se em engenharia civil pela Universidade de Wisconsin-Madison em 2002 e recebendo mestrado em arquitetura pelo Instituto de Tecnologia de Illinois, em 2006.

Sua real ascensão no mundo da moda veio com a criação da Off-White, sua pioneira grife de streetwear de luxo, em 2013, em Milão. Logo no começo, as aspas se tornaram uma assinatura de Virgil e da marca, sempre acompanhando de maneira irônica a descrição óbvia das peças – "raincoat" (capa de chuva), "shoelaces" (cadarços), "wallet" (carteira) e afins –, seja apenas na etiqueta ou literalmente estampando o item. Sua longa parceria com Kanye West, de quem inicialmente era uma espécie de assistente criativo co-criando capas de álbuns, desenhando cenários e desenvolvendo o merch, foi essencial para que muitos o considerassem um dos maiores nomes desta geração da moda.

Virgil Abloh e Kanye West trabalharam juntos por longos anos Virgil Abloh e Kanye West trabalharam juntos por longos anos. Foto: Getty Images

PUBLICIDADE

Se havia ainda algumas cabeças no mundo da moda que não estavam voltadas para Virgil Abloh, elas com certeza se viraram definitivamente em 2018, quando ele foi nomeado diretor artístico das coleções de roupas masculinas da Louis Vuitton – sendo o primeiro estilista negro a ser contratado tanto pela maison, quanto pelo conglomerado LVMH. Virgil foi um dos principais agentes de mudança da indústria nos últimos anos, responsável por mostrar novos caminhos e maneiras de se criar e produzir moda. Recentemente, se tornou um importante financiador de estudos para jovens negros.

Para ler sobre a trajetória completa de Virgil Abloh, clique aqui.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE

A ELLE Brasil utiliza cookies próprios e de terceiros com fins analíticos e para personalizar o conteúdo do site e anúncios. Ao continuar a navegação no nosso site você aceita a coleta de cookies, nos termos da nossa Política de Privacidade.

Assine nossa newsletter

Doses Semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas as novidades e lançamentos da ELLE no seu inbox.
Increva-se gratuitamente.