Bota a cara na web, ou uma linha do tempo do autorretrato

Foto no espelho, pau de selfie e look do dia: a história do autorretrato tomou rumos extraordinários com um empurrão das redes sociais.

Textão nas redes sociais não basta, avisa Jia Tolentino

Expoente da geração millennial, a autora de Falso Espelho critica o excesso de opiniões e diz que uma manifestação online só é relevante quando leva a alguma ação: "A internet encoraja as pessoas a acreditarem que o discurso já é o desfecho".

PUBLICIDADE
Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE