Lifestyle

Horta em casa ou apartamento: guia completo para montar a sua

Já imaginou ter aquele tempero que você ama sempre fresquinho para incrementar as suas receitas? Cultivar manjericão, alecrim, salsinha e afins em casa é mais fácil do que se imagina. Basta sol, água fresca e uma dose de atenção.

Foto Markus Spiske
PUBLICIDADE

Um pouco de água todos os dias e bastante sol. Esse é o segredo para ter sempre à mão ervas e vegetais que você adora usar na cozinha. Além disso, ter uma horta na sua casa ou apartamento pode ser também bastante terapêutico, assim como traz um charme especial à decoração. Se seu problema é espaço, não precisa se preocupar – existem alternativas para todo tipo de ambiente.

Se você já tem a sua própria urban jungle, ou os seus microgreens, vale incluir alguns vasinhos a mais para se divertir cultivando e colhendo seus próprios temperos. Também é um ótimo jeito de adicionar um toque verde à rotina caso esteja procurando uma plantinha mais discreta. Seja qual for seu caso, Gabi Pastro, herbalista e criadora da plataforma Hortas e Saberes, e Marcele Rocha Martins, fundadora do Horta na Caixinha, contam tudo o que você precisa saber para montar e cuidar da sua horta caseira.

Melhor lugar para montar sua horta dentro de casa

Qual é a parte da sua casa que mais bate sol? Então é lá que deve ficar a sua horta. "Precisa bater pelo menos 3 horas de sol por dia, sem ele, as hortaliças não se desenvolvem", explica Marcele. Outra preocupação deve ser em relação à ventilação, Gabi conta que "o ideal é que não seja um ambiente com muito vento também, pois a maioria sofre nestas condições". O que não significa que deve ser um lugar abafado, pelo contrário, é importante que ele seja arejado.

Se você tem varanda, provavelmente é lá que a sua horta deve ficar. Só cheque a questão do vento para não correr o risco de perder rapidamente alguns itens da sua hortinha. Se não, coloque perto de alguma janela que bata sol. Já quem mora em casa com quintal tem um espaço maior para escolher onde plantar seus temperos e afins.

Tipos de horta para casa ou apartamento

As hortas são plantadas tradicionalmente no chão ou em vasos, porém, devido ao crescente interesse de se cultivar em espaços reduzidos, outros formatos vêm surgindo. Os tipos mais comuns são:

  • Canteiro: Esse é para quem tem quintal. Marcele destaca que é legal porque possibilita uma maior oferta de ervas e vegetais. A adubação pode acontecer entre 4 e 6 meses e o controle de umidade acontece naturalmente. Ou seja, a manutenção é menor que nas situações abaixo.
  • Vasos no chão: É o jeito mais convencional e prático. Precisam ser adubados a cada 40 ou 60 dias e é importante ter cuidado para não regar demais. Esses mesmos cuidados valem para as opções a seguir.
  • Jardineiras: É um vaso comprido que muita gente usa para plantar mais de uma espécie no mesmo recipiente. É uma boa opção principalmente para o parapeito de janelas, indica Gabi.
  • Horta Vertical: São vasos ou jardineiras suspensos na parede. "O único problema aqui é que as plantas sempre receberão sol apenas de um lado e isso fará com que cresçam irregularmente", alerta Marcele. Para Gabi, é uma aposta legal para quem tem pouco espaço no chão e quer deixar alguma parede mais charmosa.
  • Estufas artificiais: Marcele indica essa solução para quem não tem luz natural em casa. Usa-se luzes artificiais para criar um microclima ideal para as plantas. São compradas prontas.

O que plantar na horta

"A grande dica para o começo do plantio é… plante aquilo que você gosta de comer e usar como tempero", recomenda Marcele. Afinal, qual o sentido de cultivar coisas que não fazem parte da sua dieta? Os temperos são a opção mais fácil e versátil para quem está dando seus primeiros passos nesse universo. As sugestões da Gabi são:

  • Cebolinha: "Coringa total, fácil de cultivar e de reproduzir. Dá para plantar por rebrotamento, ou seja, colocando na terra os talos brancos não usados na culinária. Deles nascerão novas folhas."
  • Salsinha: "Fácil de cultivar se tiver um vaso de boca larga. Já a profundidade não é tanto um fator limitante, vasos acima de 18 cm de altura já são suficientes. O ideal é plantar por sementes. 60 dias depois, a oferta de erva já será alta."
  • Manjericão: "Essa é uma das ervas aromáticas mais difíceis de matar, ou seja, ótimo para um jardineiro de primeira viagem. Compre uma muda já desenvolvida. Também dá para pegar um galhinho de um maço que tenha comprado fresco e enraizar por 10 dias na água antes de passar para a terra em um vaso pequeno."
  • Alecrim: "Outro coringa de fácil cultivo, uma planta rústica que requer solo mais seco e muito sol. O ideal é comprar a muda já desenvolvida, pois seu crescimento é mais lento."
Salsinha em casa

Salsinha

Manjeric\u00e3o em casa

Manjericão

Como cuidar de uma horta caseira

Ter uma horta requer um pouco de dedicação, mas nada muito difícil. São quatro etapas básicas: regar, podar, colher (mesmo se não for consumir) e adubar. A rega deve ser feita todos os dias quando perceber que a terra está levemente seca – alguns vegetais podem precisar de água mais de uma vez ao dia. Enfie o dedo na terra para sentir a umidade.

"A colheita é muito importante", alerta Marcele. Isso é fundamental tanto para que a erva se desenvolva melhor, quanto para impedir que ela acabe morrendo. "Sempre que a planta estiver grande e robusta é melhor colher. Depois você pode picar e congelar para usar quando preferir", sugere.

Porém, não é para sair arrancando de qualquer jeito, há uma forma correta de se fazer. "Use uma tesoura, nunca as mãos, para a planta não sofrer danos", alerta Gabi. Ela conta que é preciso também se atentar ao local do corte.

  • Plantas aromáticas em arbusto: Ex. alecrim, manjericão, sálvia e lavanda. "Corte ramos de mais ou menos 20 cm de comprimento. Nunca tire mais de ⅔ dela."
  • Plantas aromáticas bulbosas: Ex. cebolinha, citronela, capim-limão e nirá. "Colha mais ou menos a um palmo de altura da terra. Se for pegar apenas algumas, escolha as mais externas. Pode cortar todas também, porque novas irão crescer de qualquer forma."
  • Plantas aromáticas rasteiras: Ex. hortelã, tomilho, orégano e manjerona. "Colha quase a altura do solo, uns dois dedos acima. Logo os ramos voltarão a crescer novamente."

Onde comprar horta pronta para ter em casa

Horta na caixinha

O Horta na Caixinha vende opções montadas para você levar para casa

Instagram

Caso queira um empurrãozinho pra começar, hoje em dia existem lugares que vendem a horta já montada, como o Horta na Caixinha, da Marcele. No site deles, você encontra diversas opções de tamanhos e estilos – no caixote, na jardineira de madeira, em uma caixa grande quadrada, etc – e pode escolher entre horta de temperos, de ervas para chás ou de pimentas.

Em lojas de jardinagem e nas barracas de plantas em feiras livres, você também encontra vasos diversos com ervas e vegetais já plantados e crescidos para cuidar em casa. O único porém é que eles vêm naqueles recipientes de plástico preto, então, dependendo do estilo do seu lar, pode ser legal comprar um vaso decorativo para colocar por fora.




Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE