• ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
PUBLICIDADE

Quem vive o dia a dia do Twitter sabe que o espaço faz jus à fama de rede oficial das tretas de internet. Mas, em meio às brigas por causa de política, participantes de reality shows ou entre fandoms de artistas, também tem muita gente dedicada a dividir outros conteúdos, seja para informar, seja para divertir ou mesmo simplificar temas complexos nas famosas threads, com assuntos que vão muito além da cultura pop.

E assim, quase da noite pro dia, ao toque de 280 caracteres, donas e donos de perfis que se destacam ou têm conteúdos viralizados acabam se tornando celebridades ou influenciadores da rede do passarinho. Foi o que aconteceu com Alana Azevedo (@almotchellis) no início do ano passado, depois de sua "entrevista" ao jornalista Chico Barney. Em um vídeo, ela dizia que havia sido eliminada do Big Brother antes do início do programa e que saiu da Globo para fundar a própria emissora, a Globe. Encenação, óbvio. "Eu tenho meu Twitter há mais de 10 anos e sempre compartilhava uns vídeos como se estivesse em bastidores de novela ou como se fosse uma atriz superfamosa e renomada, perdida na personagem", conta. Mas os vídeos nunca ultrapassavam as fronteiras da sua "bolha". Quando isso acontecia, ela apagava o próprio perfil, "com receio da proporção que pudesse tomar e um cadinho de ansiedade também". Aí veio a Globe. "Foi muito mais rápido. Não imaginava que teria essa repercussão nem tinha o intuito de transformar o meu perfil em trabalho, mas aconteceu e decidi não fechar essa porta, aproveitando as oportunidades de atuar com conteúdo digital, algo de que sempre gostei", diz ela, que, ao contrário de sua personagem nas redes sociais, não é atriz. Formada em jornalismo, Alana hoje trabalha como criadora de conteúdo, redatora e social media.

PUBLICIDADE

O reality da Globo também tem seu papel no sucesso de Cris Dias (@crisayonara). "Minha história começou no Twitter em 2019, quando eu reunia matérias da internet sobre polêmicas envolvendo famosos e fazia um dossiê. Em 2020, comecei a comentar reality show, nunca pensei em ser influenciadora. Criei a minha primeira conta em 2011, só bombei oito anos depois, nem sei explicar como aconteceu, só aconteceu (risos)", diz ela, que, em tempos de BBB, é a dona do perfil a se acompanhar para saber em detalhes tudo o que está rolando no dia a dia dos participantes, com posts com vídeos, fotos e memes.

PUBLICIDADE

De humor e cobertura de reality shows a ciência e história da arte, a reportagem da ELLE selecionou perfis que valem o follow na rede e também perguntou aos donos e donas de alguns deles quem curtem seguir por lá. Confira:

Alana Azevedo (@almotchellis)

Bio: atriz renomada, empresária de sucesso e mentirosa

Espere encontrar por lá: vídeos engraçados de assuntos variados e comentários sobre a atual edição do Big Brother.

Quem vale o RT: "Muita maldade ter que falar só uma @ (risos). Eu sigo diferentes tipos de perfis, mas, como a gente tá em época de BBB e minha timeline fica 90% tomada por esse tema (eu me incluo), vou indicar a @_alineramos, que é jornalista, redatora e comentarista oficial para assuntos de BBB. Gosto de acompanhar porque tem tweets sobre cotidiano, entretenimento, análises, humor, informação... Sou muito 'Mundinho Aline Ramos'!"

Aline Guilardi (@alinemghilardi)

Bio: A #scientist, #scicommer, and a dreamer. I talk about very old stuff. Opinions are my own. Professor of paleontology at #UFRN, Brazil (she/her)
Uma #cientista, #scicommer e uma sonhadora. Falo sobre coisas muito antigas. As opiniões são minhas. Professora de paleontologia na #UFRN, Brasil (ela)

Espere encontrar por lá: threads sobre paleontologia, animais fósseis, vulcões e divulgação científica.

Quem vale o RT: "Luiza Caires (@luizacaires3), jornalista de ciência, vale muito o RT por conseguir, de forma magistral, traduzir o conteúdo científico para uma linguagem acessível, atual e atraente. Seja contando histórias, usando memes ou elementos da cultura popular, ela consegue verdadeiramente capturar a sua atenção e emoção. Fora que ela também é muito acessível, então é possível tirar dúvidas, conseguir indicações de especialistas e tudo mais."

PUBLICIDADE

Ares (@aresnoert)

Bio: artista digital aposentado & dev / italiano não-vero / sou autista (ele/elu)

Espere encontrar por lá: posts sobre arte, com histórias e curiosidades sobre pintores e obras clássicas, sempre com humor e tiradas ótimas.

Quem vale o RT: "É bem difícil escolher um perfil só, mas acho que seria o da Marina Amaral (@marinamaral2), uma artista maravilhosa, autista como eu e que posta vários conteúdos sobre história"

Beatriz Ramos (@ABeatriz_RO)

Bio: autista AH/SD LGBTQIA+ trabalho c/ clima, dengue e saúde (UERJ)!

Espere encontrar por lá: informações sobre a crise climática, ciência em geral e saúde pública.

Quem vale o RT: "A Mellanie Fontes-Dutra (@mellziland). Trabalho com a Mell no Todos Pelas Vacinas (@tdspelasvacinas). Acho ela simplesmente incrível como pessoa e profissional e adoro a didática dela!"

Cris Dias (@crisayonara)

Bio: social media & comentarista de realitys

Espere encontrar por lá: além de opiniões e memes, uma cobertura detalhada do que acontece no Big Brother Brasil.

Quem vale o RT: "O Pedrão (@ItsPedrito). Ele abrange todos os assuntos do momento e fala bastante sobre reality show, o que eu curto bastante."

Raul Santiago (@raullsantiago)

Bio: um cria da favela que acredita na favela! Ativista & Empreendedor: impacto social #coisasdoraull

Espere encontrar por lá: a rotina do ativista no Complexo do Alemão, conjunto de favelas da zona norte no Rio de Janeiro, e a divulgação de ações sociais para populações em situação vulnerável.

Quem vale o RT: "A Thuane ou Thux (@@thuxxxxx) é estudante de direito, ativista do movimento negro, integrante do @PerifaConnection e muito divertida nas redes sociais. Há um equilíbrio muito bom entre a seriedade das suas lutas e as levezas de algumas postagens. É alguém que eu sigo, admiro e dou RT o tempo todo. Indico demais essa cria de favela, da área de Caxias, no Estado do Rio de Janeiro, e que inspira demais!"

Outros perfis

Karl (@KarlFelippe)

Bio: ilustrador |Fala demais ou muito pouco |Tangentes históricas (que parecem ficção) e mitológicas ocasionalmente na tag #mithreadlogia | ele/dele

Espere encontrar por lá: arte, história, vampiros, castelos e threads sobre mitologia.

Luide (@luide)

Bio: streamer e criador do podcast @rebobinando

Espere encontrar por lá: música, cinema, cultura pop em geral, além de história e comentários sobre política.

Nina da Hora (@ninadhora)

Bio: I'm learning to think how to create decolonial technologies, computer scientist, hacker antirracist and cybersecurity
Estou aprendendo a pensar como criar tecnologias decoloniais, cientista da computação, hacker antirracista e cibersegurança

Espere encontrar por lá: muita informação sobre ciência da computação, o racismo no ambiente digital e educação.

Alugueis Arrombados (@alugueisVTNC) e Vagas Arrombadas (@vagasVTNC)

Bio Alugueis Arrombados: "STUDIO COM 16M² POR R$ 2.300/MÊS + CONDOMÍNIO"

Bio Vagas Arrombadas: Quanto mais engraçaralho o anúncio, mais "piada" é o salário.

Espere encontrar por lá: ao estilo "rir pra não chorar", ambos trazem anúncios tão absurdos que beiram a piada. No primeiro, imóveis para alugar e histórias bizarras de inquilinos com locadores. No segundo, vagas de emprego em condições absolutamente esdrúxulas.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE

A ELLE Brasil utiliza cookies próprios e de terceiros com fins analíticos e para personalizar o conteúdo do site e anúncios. Ao continuar a navegação no nosso site você aceita a coleta de cookies, nos termos da nossa Política de Privacidade.

Assine nossa newsletter

Doses Semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas as novidades e lançamentos da ELLE no seu inbox.
Increva-se gratuitamente.