PUBLICIDADE

Desde que a ELLE voltou ao mercado, nosso time vem pensando em novas maneiras de gerar um impacto positivo na moda, especialmente nesse momento de crise que o mundo está vivendo. Dessa busca nasce o #Movimento, uma nova plataforma baseada nas diversas possibilidades do desenvolvimento sustentável e na necessidade de ações integrando meio-ambiente, sociedade, economia e cultura.

A partir dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU identificados nas melhores práticas de empresas multi setoriais ligadas à moda, a plataforma de ação e comunicação reunirá organizações e pessoas com o objetivo de auxiliá-las diretamente em seus negócios através da troca de informações e recursos, com o propósito de oferecer soluções e estratégias para não sucumbirem à crise, poderem avaliar seus objetivos ou serem capazes de se reinventar nesse momento.

A intenção é conectar empreendedores de moda e economia criativa a empresas já comprometidas com as ODS, como Fiat, Cia. Hering, Inova Business School,L'Oreal e Santander, além do time de especialistas e colaboradores da equipe ELLE. Cada organização desempenha um ciclo dentro do #Movimento, integrando o projeto com as suas principais qualidades, como crédito responsável, comunicação de marca, gestão e inovação.

O #Movimento também tem colaboração do SEBRAE, que realizou uma curadoria de 13 marcas para fazerem parte do projeto. Cada uma apontará seus desafios atuais e, através da troca com os apoiadores, receberá um plano de ação que inclui mentoria, cursos e ferramentas disponíveis pelos próximos seis meses. O trajeto de aprendizado dessas marcas e estilistas poderá ser conferido em nosso canal no Youtube e redes sociais a partir de meados de dezembro, na ELLE View de março 2021 e nos canais de parceiros da plataforma.

PUBLICIDADE

Confira as marcas selecionadas

Catarina Mina

Nascida no Ceará há 15 anos, a marca é especialista na criação e desenvolvimento de bolsas handmade. O trabalho artesanal em crochê é feito por grupos no Morro Santa Terezinha e Itaitinga, em parceria com a fundadora da marca, a designer Celina Hissa. A marca foi a primeira do segmento de moda a abrir os custos no Brasil e hoje é possível constatar no site da Catarina Mina quanto do investimento vai para cada parte da cadeia. @catarinamina

Dane-se

Fundada em 2015 por Daniel Antonio Moreira e Enozor Pinto de Souza Junior, a grife brasiliense tem como principal inspiração a capital modernista, o que lhes permitiu firmar uma parceria com a Fundação Athos Bulcão, que os concederam o direito de produzir roupas com a obra do artista. O ativismo também está no DNA da marca, que além de apoiar projetos que visam igualdade social, de gênero, entre outros, valorizam a produção local – 90% das roupas são produzidas pela mesma família há cinco anos – e seu maior fornecedor trabalha em sua maioria com algodão sustentável, malhas recicladas, itens com tingimento natural, entre outros. @usedane_se

PUBLICIDADE

Dendezeiro

Fruto da parceria entre os estilistas Hisan Silva dos Santos e Pedro Cleber Soares Batalha, a marca de Salvador foi lançada em 2019 com a ideia de desconstruir padrões e preconceitos na moda. Além disso, a marca visa romper com as definições de tamanhos, desenvolvendo modelagens inteligentes com tecnologias de amarrações que se ajustam ao corpo. As inspirações vêm do Nordeste, desde a natureza às pessoas que ali vivem, e arrematam looks de sarja, linho e algodão. A marca ainda reutiliza seus retalhos de tecidos para serem doados às costureiras de bairro que produzem bonecas de pano para crianças em hospitais e utiliza um casting 100% negro e diverso em seus editoriais. @dendezeiro

EMI Beachwear

Com a vontade de transformar suas pinturas em estampas e abrir uma marca que tivesse menor impacto ambiental, Anna Luiza Vasconcellos fundou a EMI Beachwear no Rio de Janeiro, em 2016. Trabalhando com a vertente ambiental da sustentabilidade, a grife trabalha apenas com tecidos naturais ou sintéticos biodegradáveis em uma produção feita com água tratada, reutilizada e devolvida pura para o meio ambiente. Além disso, os tecidos passam por um tratamento que recebe um aditivo comestível pelas bactérias, assim, a decomposição ocorre rapidamente quando o descarte é feito em aterros sanitários. @emi.beachwear

Fernanda Filippis

Após atuar anos em grandes empresas do varejo, a designer encontrou na joalheria uma nova ideia de tempo e decidiu iniciar sua marca homônima em Porto Alegre, em 2017. A simplicidade das formas geométricas inspira as três linhas da grife: base, com peças atemporais e essenciais, studio, que inclui joias exclusivas com tiragem limitada, e casa, onde se desenvolve colares de parede feitos a mão. Dentro do processo de produção da joalheria não há quase nenhum desperdício de material, já que até o pó que sobra ao lixar as peças é reaproveitado e toda a prata utilizada é reciclada do lixo eletrônico e raio x. Já as embalagens são feitas em algodão orgânico e produzido por cooperativas locais e costureiras autônomas. @fernandafilippis

Gisela Franck

Criada há oito anos em Fortaleza pelas irmãs Gisela e Larissa, a marca começou de forma despretensiosa pelo Instagram e rapidamente conquistou pessoas de todo o Brasil com suas criações autorais e minimalistas, feitas com tecidos 100% naturais. Adepta da sustentabilidade ambiental e social desde a infância, a dupla é transparente em relação aos salários pagos às modelistas e costureiras, além de trabalhar com artesãos locais, onde paga o preço cheio pedido por cada arte produzida em processo manual. @giselafranckdesign

Lily Franco

A grife de resort wear nasceu na Bélgica em 2018 pelas mãos de Paula Abud Le Moult, e expandiu para o Rio de Janeiro no mesmo ano. Aliando conceitos de sustentabilidade como o uso de fibras biodegradáveis e upcycling, a uma imagem feminina e empoderada, a marca consegue trazer propósito e bom humor a um closet leve e atemporal. Le Moult também busca comprar tecidos fabricados por empresas regulamentadas, como a WERNER, e procura sempre comprar materiais de estoque morto, fomentando o giro de tecidos já existentes. O apoio a empresas lideradas por mulheres é outra característica da marca, que prioriza a contratação de profissionais liberais mulheres e brasileiras. @lilyfranco_official

Foto: Arthur Mutz

Mescla

O carioca Lucas Arcoverde já havia reunido experiências em grandes marcas nacionais antes de decidir lançar a sua própria, em 2012. Além de trabalhar com atacado e varejo, a Mescla tem um private label para empresas que não são de moda, como Ame Digital e Coca-cola, padarias, lojas de ciclismo, cervejarias artesanais, entre outras. Nunca importando tecidos e focando em uma cadeia nacional, com mão de obra exclusiva no estado do Rio, a grife consegue fiscalizar sua forma de trabalho justo (como qualidade do local de trabalho, horas trabalhadas e salários) e estimular a economia da região. Matérias-primas orgânicas, recicladas e biodegradáveis também são fundamentais para a existência da etiqueta. @mesclaroupas


Normando

Finalista da categoria Moda do Movimento Hotspot, em 2012, com a coleção "Próteses Ilusórias", resultado do seu TCC em Moda, o paraense Marco Normando sintetiza as belezas naturais de Belém do Pará, sua cidade natal, em looks modernos e minimalistas, utilizando a alfaiataria impecável como uma de suas bases. A sustentabilidade também é essencial para o estilista, que trabalha com iluminação ecológica em seu ateliê, com grande aproveitamento de luz natural e o uso 100% de LEDs ecológicos, com baixo consumo energético. As peças também são cortadas a partir de estudos de encaixe para que os tecidos sejam aproveitados ao máximo, evitando desperdícios, e os aviamentos são divididos entre material 100% natural e biodegradável (como algodão e chifre de búfalo) e poliéster reciclado. @normandooficial

Nuu Shoes

Criada pelas designers mineiras Marina Lerbach e Marcela Amorim Torres, a marca nasceu em 2015 a partir de um desejo das sócias de criarem sapatos experimentais, livres de amarras, com o propósito de buscar equilíbrio entre extremos e romper padrões, assim como valorizar a produção artesanal, justa e com matéria prima brasileira. Fabricados em pequena escala, de forma artesanal, os acessórios misturam materiais – entre eles, o couro é destaque – texturas e cores, mas sempre observando a qualidade da peça. Na tentativa de equilibrar ao máximo os pilares de sustentabilidade em seu negócio, a marca luta ao máximo por processos menos agressivos ao meio ambiente. @nuushoes_

Palone Design

Palone Queiroz Leão estreou sua marca em Natal, em 2003, unindo uma paixão antiga que tinha pela moda com a necessidade de incrementar a renda familiar. O resultado são brincos, colares, anéis e pulseiras com muito mix de materiais e cores vibrantes, bem animados. A natureza é uma fonte de inspiração constante para Leão, que lançou recentemente a coleção Botanic com o intuito de disseminar informações de sustentabilidade ecológica para seu público, e pretende estruturar ainda mais a sua empresa nesse sentido através do #Movimento. @palonedesign


Petrvs Figueira

Realizando o sonho de ser estilista em um projeto autoral alinhado ao streetwear com diversos elementos da cultura e sociedade paraense, Petrvs Figueira fundou sua marca homônima em 2013. Os cortes retos, oversized, com elementos funcionais como pontos de regulagem manual estão entre as principais características de suas criações, assim como os grafismos, referências autobiográficas e uma postura sustentável. Minimizar a utilização de plástico, inclusive no branding da marca, evitar elementos não funcionais para o consumidor final (como barbatanas de náilon, alfinetes, papel seda, papel laminado e tags decorativas) e não utilizar matéria-prima animal estão entre as ações que o estilista já adotou. @petrvsfigueira

Poemahit

Fundada há 10 anos no Bom Retiro, um dos polos de moda da cidade de São Paulo, a grife é fruto da parceria entre a estilista Anai Mafra Benedykt e o sócio Roberto Ferreira. O romantismo e a leveza conduzem as coleções da marca, desde a estamparia exclusiva até as modelagens que sempre valorizam a silhueta feminina. Cuidar do entorno também é uma grande preocupação e por isso a Poemahit vem fazendo o recolhimento e destino correto dos resíduos têxteis da fábrica por meio de uma parceria inédita junto a associação ABIV, e mais 100 lojistas da região, para evitar que os resíduos sejam descartados na rua, uma prática frequente no bairro. @poemahitoficial

Os apoiadores

Fiat

Criada em 1899 na Itália, a Fiat é uma marca global de automóveis e comerciais leves. Está presente em toda a América Latina. No Brasil, sua gama é composta por diversos modelos: Nova Strada, Argo, Mobi, Fiorino, Doblò, Grand Siena e Uno, fabricados na planta de Betim (MG); Toro, feito em Goiana (PE); Cronos, produzido em Córdoba, na Argentina; e Ducato, importado do México. A Fiat faz parte do portfólio de marcas do grupo global FCA (Fiat Chrysler Automobiles), que desenvolve, projeta, fabrica e comercializa automóveis, veículos comerciais leves, componentes e sistemas de produção. Com presença comercial em mais de 130 países, o grupo opera mais de 100 fábricas e cerca de 40 centros de Pesquisa & Desenvolvimento no mundo. Para mais informações, clique em www.fcagroup.com ou www.fcapress.com.br

Cia. Hering

Voltada ao público feminino e masculino, a Cia. Hering destaca-se pela ampla aceitação em todas as classes sociais e faixas etárias, sendo reconhecida por mais de 90% dos brasileiros. Lança anualmente coleções, que primam pelo conforto e pelo estilo. A Cia. Hering tem se reinventado constantemente ao longo de sua história de mais de 140 anos e é capaz de desenvolver coleções em sintonia com as tendências da moda atual, mantendo sua identidade e tradição. A marca tem também uma longa história de atuação em responsabilidade social. Há 20 anos, é parceira da campanha O Câncer de Mama no Alvo da Moda, realizada no Brasil pelo Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), e foi a primeira, no país, autorizada a licenciar produtos do conhecido alvo azul. https://www.hering.com.br/store/

Inova Business School

Escola de negócios do Grupo Inova Worldwide (www.inovaww.com). A primeira escola de negócios do Brasil dedicada 100% a Futuro, Tendências e Inovação. Com unidades em São Paulo, Campinas e Curitiba, além da Unidade Digital, a escola criou o DNA TrendsInnovation, que assina todos os seus cursos e representa inovação com a lente das tendências. A escola apoia o projeto com conselheiros formados no seu curso "Conselheiro TrendsInnovation". www.inovabs.com.br

L'oreal

Por mais de 110 anos a L'oreal tem dedicado sua energia e competências apenas a um negócio: beleza. A empresa opta por oferecer expertise a serviço de mulheres e homens em todo o mundo, atendendo a infinita diversidade de seus desejos de beleza, de forma ética e responsável. A principal missão é oferecer a todas as mulheres e homens do planeta o melhor da beleza em termos de qualidade, eficácia, segurança e responsabilidade. Com bases tão fortes se concebe e constrói uma diversidade infinita de produtos e serviços de beleza - para compartilhar o melhor da beleza com todos, em qualquer lugar. https://www.loreal.com/pt-br/brazil/

Santander, o banco da moda

Associar a marca Santander aos principais eventos e publicações de Moda do Brasil, como SPFW, Veste Rio e ELLE, faz parte da estratégia de negócios e patrocínios do banco. O Santander é o Banco da Moda porque investe na construção de soluções financeiras para apoiar o segmento na realização dos negócios em toda a cadeia produtiva, desde costureiras, modistas e estilistas, até as grandes marcas da indústria e comércios de vendas de roupas, calçados e acessórios. O Santander reforça, também, seu apoio às inovações empreendedoras e culturais, através do Projeto Estufa, apresentado dentro da SPFW, com uma série de encontros sobre criação, sustentabilidade, inovação, sempre promovendo a reflexão a partir de conteúdos artísticos, estéticos e de conhecimento com uma agenda que inclui exposição, desfiles e masterclasses.E no Farol Santander São Paulo, no centro de empreendedorismo, cultura e lazer, temos uma agenda regular de encontros e debates com personalidades do setor aberto ao público, tornando-se um tradicional polo de discussão sobre moda e ações empreendedoras. Além disso, o espaço recebeu os desfiles inaugurais das últimas três edições do SPFW (N46, N47 e N48). www.santander.com.br

Sebrae

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma entidade privada que promove a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos empreendimentos de micro pequenas empresas– aqueles com faturamento bruto anual de até R$ 4,8 milhões. Atuando com foco no fortalecimento do empreendedorismo e na aceleração do processo de formalização da economia por meio de parcerias com os setores público e privado, programas de capacitação, acesso ao crédito e à inovação, estímulo ao associativismo, feiras e rodadas de negócios. As soluções desenvolvidas pelo Sebrae atendem desde o empreendedor que pretende abrir seu primeiro negócio até pequenas empresas que já estão consolidadas e buscam um novo posicionamento no mercado. Para garantir o atendimento aos pequenos negócios, o Sebrae atua em todo o território nacional. Onde tem Brasil, tem Sebrae. Além da sede nacional, em Brasília, a instituição conta com pontos de atendimento nas 27 Unidades da Federação, onde são oferecidos cursos, seminários, consultorias e assistência técnica para pequenos negócios de todos os setores. O Sebrae é agente de capacitação e de promoção do desenvolvimento, mas não é uma instituição financeira, por isso não empresta dinheiro. Articula (junto aos bancos, cooperativas de crédito e instituições de microcrédito) a criação de produtos financeiros adequados às necessidades do segmento. Também orienta os empreendedores para que o acesso ao crédito seja, de fato, um instrumento de melhoria do negócio. https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE