PUBLICIDADE

O Reino Unido acaba de dar mais um passo rumo a sustentabilidade, desta vez para evitar que empresas façam greenwashing, ou seja, que fiquem apenas no discurso sustentável, sem ações. Para isso, foi instituído um novo painel, o Green Technical Advisory Group, que supervisionará a entrega de uma "classificação verde" para definir requisitos para que os investimentos financeiros sejam considerados ambientalmente sustentáveis.

O governo britânico também está tentando estimular as empresas a entrarem em ação, para ajudar a atingir a meta nacional de eliminar as emissões de gases de efeito estufa até 2050. "É crucial termos uma definição comum clara do que significa ser verde", disse o secretário de Economia do Tesouro John Glen em comunicado à imprensa. "Uma taxonomia verde do Reino Unido fornecerá melhores dados sobre o impacto ambiental das empresas, apoiando investidores, empresas e consumidores."

Com centenas de novos fundos de investimento sustentáveis chegando ao mercado e as vendas para investidores de varejo triplicando no ano passado em relação ao ano anterior, as pessoas precisam ser capazes de tomar decisões "mais informadas", comentou Glen. O novo painel será presidido pelo Green Finance Institute e incluirá representantes de empresas, bem como acadêmicos, e representantes de organizações não governamentais, incluindo a Agência Ambiental e o Comitê de Mudança Climática.

PUBLICIDADE
Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE