Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI

Loja da Pull & Bear, do grupo Inditex, dono da Zara.

PUBLICIDADE

A Inditex entrou para o universo dos games. Em parceria com o Facebook e com o Instagram, o conglomerado espanhol, dono da Zara e da Pull & Bear, lançou um jogo em que os usuários podem "caçar" peças de roupas pelas ruas da Califórnia a Tóquio — uma tentativa de atrair os consumidores mais jovens para as marcas.

O jogo pode ser acessado a partir do site e contas da Pull & Bear nas redes sociais. Para controlar o personagem e evitar os obstáculos do caminho, os usuários devem mexer o rosto. Nos últimos meses, diversas marcas de moda e beleza investiram em games como uma maneira de expandir o público, criar conexões com a geração Z e lidar com a impossibilidade de fazer grandes eventos durante a pandemia — entre elas a Givenchy, MAC e a Gilette. A Burberry lançou também um videogame de surfe como parte da campanha TB Summer Monogram, liderada por Kendall Jenner.


Show com milhões de pessoas dançando juntas, festas, encontros entre amigos: a vida social nos games está bombando. Veja como a quarentena está mudando a nossa relação com os jogos eletrônicos.



Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE