• ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
Foto: Getty Images
PUBLICIDADE

Will Smith foi o grande protagonista da 94ª cerimônia do Oscar, na noite deste domingo (27.03). Após três indicações, levou a estatueta de melhor ator por sua atuação em King Richard: criando campeãs. Mas minutos antes de receber o prêmio, deixou a plateia em direção ao palco, onde atingiu o apresentador Chris Rock com um tapa, quando ele apresentava a categoria de melhor documentário, após uma piada do comediante sobre o cabelo raspado da esposa do ator, Jada Pinkett Smith, que sofre de alopecia. Chorando e bastante emocionado em seu discurso, Smith disse que "o amor faz você fazer coisas malucas", se desculpou com os presentes e com Academia.

A comédia dramática No ritmo do coração desbancou o favorito a melhor filme, o faroeste Ataque aos cães. Troy Kotsur se tornou o primeiro surdo a vencer o Oscar de ator coadjuvante por sua atuação na comédia (leia nossa entrevista com Sian Heder, que assina o longa), enquanto o faroeste deu a estatueta de direção a Jane Campion (apenas a terceira mulher a levar o prêmio). Jessica Chastain venceu o Oscar de melhor atriz por sua atuação em The eyes of Tammy Faye, e Ariana DeBose, o de atriz coadjuvante por Amor, sublime amor. Jenny Beavan levou seu terceiro Oscar de figurino por Cruella (leia nossa entrevista com ela). Duna foi o filme que conquistou mais estatuetas (seis), a maioria em categorias técnicas.

PUBLICIDADE


Foto: Getty Images


Depois de uma edição com pouquíssimos convidados por causa da pandemia, o Oscar voltou ao seu formato tradicional neste ano com apresentação de um trio de atrizes, Amy Schumer, Regina Hall, Wanda Sykes. A noite teve entre seus apresentadores Francis Ford Coppola, Robert de Niro e Al Pacino, marcando a efeméride de 50 anos de O poderoso chefão, Uma Thurman, John Travolta e Samuel L Jackson, numa reunião de elenco de Pulp Fiction, as tenistas Serena e Venus Williams, Bill Murray, Lady Gaga e Liza Minnelli. Confira os vencedores nas principais categorias:

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Foto: Getty Images

Jessie Buckley, A filha perdida
Ariana DeBose, Amor, sublime amor
Judi Dench, Belfast
Kirsten Dunst, Ataque dos cães
Aunjanue Ellis, King Richard: criando campeãs

​MELHOR ATOR COADJUVANTE

Foto: Getty Images

Ciarán Hinds, Belfast
Troy Kotsur, No ritmo do coração
Jesse Plemons, Ataque dos cães
J.K. Simmons, Being the Ricardos
Kodi Smit-McPhee, Ataque dos cães

MELHOR ATOR

Foto: Getty Images

Javier Bardem, Being the Ricardos
Benedict Cumberbatch, Ataque dos cães
Andrew Garfield, Tick, Tick … Boom!
Will Smith, King Richard: criando campeãs
Denzel Washington, A tragédia de Macbeth

​MELHOR ATRIZ

Foto: Getty Images

Jessica Chastain, The eyes of Tammy Faye
Olivia Colman, A filha perdida
Penélope Cruz, Mães paralelas
Nicole Kidman, Being the Ricardos
Kristen Stewart, Spencer

​Melhor diretor

Kenneth Branagh, Belfast
Ryûsuke Hamaguchi, Drive my car
Paul Thomas Anderson, Licorice pizza
Jane Campion, The power of the dog
Steven Spielberg, Amor, sublime, amor

MELHOR FILME

Foto: Getty Images

Belfast
No ritmo do coração
Não olhe para cima
Drive my car
Duna
King Richard: criando campeãs
Licorice pizza
Beco das almas perdidas
Ataque dos cães
Amor, sublime amor

​MELHOR MAQUIAGEM E CABELO

Mike Marino, Stacey Morris e Carla Farmer, Coming 2 America
Nadia Stacey, Naomi Donne e Julia Vernon, Cruella
Donald Mowat, Love Larson e Eva Von Bahr, Duna
Linda Dowds, Stephanie Ingram e Justin Raleigh, The eyes of Tammy Eye
Göran Lundström, Anna Carin Lock e Frederic Aspiras, House of Gucci

​MELHOR FIGURINO

Cruella, Jenny Beavan
Cyrano, Massimo Cantini Parrini e Jacqueline Durran
Duna, Jacqueline West e Robert Morgan
Beco das almas perdidas, Luis Sequeira
Amor, sublime amor, Paul Tazewell

​MELHOR TRILHA SONORA 

Nicholas Britell, Não olhe para cima
Hans Zimmer, Duna
Germaine Franco, Encanto
Alberto Iglesias, Mães paralelas
Jonny Greenwood, Ataque dos cães

​Melhor canção original

Beyoncé Knowles-Carter e Dixson, “Be alive”, King Richard: criando campeãs
Lin-Manuel Miranda, “Dos Oruguitas”, Encanto
Van Morrison, “Down to joy", Belfast
Billie Eilish e Finneas O’Connell, "No time to die”, 007: Sem tempo para morrer
Diane Warren, “Somehow you do”, Four good days

Melhor roteiro adaptado

Siân Heder, No ritmo do coração
Ryûsuke Hamaguchi e Takamasa Oe, Drive my car
Jon Spaihts, Denis Villeneuve, Eric Roth, Duna
Maggie Gyllenhaal, A filha perdida
Jane Campion, Ataque dos cães

​Melhor roteiro original

Kenneth Branagh, Belfast
Adam McKay e David Sirota, Não olhe para cima
Zach Baylin, King Richard: criando campeãs
Paul Thomas Anderson, Licorice Pizza
Eskil Vogt e Joachim Troer, The worst person in the world

​MELHOR ANIMAÇÃO

Encanto
Flee
Luca
The Mitchells vs. the machines
Raya e o último dragão

​MELHOR DOCUMENTÁRIO

Ascension
Attica
Flee
Summer of soul (…ou, quando a revolução não pôde ser televisionada)
Writing with fire

MELHOR FILME INTERNACIONAL

Drive my car, Japão
Flee, Dinamarca
A mão de Deus, Itália
Lunana: A Yak in the classroom, Butão
The worst person in the world, Noruega

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE

A ELLE Brasil utiliza cookies próprios e de terceiros com fins analíticos e para personalizar o conteúdo do site e anúncios. Ao continuar a navegação no nosso site você aceita a coleta de cookies, nos termos da nossa Política de Privacidade.

Assine nossa newsletter

Doses Semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas as novidades e lançamentos da ELLE no seu inbox.
Increva-se gratuitamente.