PUBLICIDADE

Vitamina C, ácido hialurônico, alfa-hidroxiácidos... Estar frente a frente com a prateleira de cosméticos não é tarefa simples – seja pelos nomes complicados, pela velocidade com que surgem as novidades ou mesmo pelo excesso de informação. Embora nada substitua uma consulta com seu dermatologista, saber a função dos principais ativos de skincare é essencial na hora de organizar a rotina de beleza. "É importante lembrar que o desempenho das substâncias depende totalmente do veículo utilizado na formulação – se é em creme, sérum ou loção – além da tecnologia utilizada por cada fabricante", diz a cosmetóloga Vânia Leite, presidente da Associação Brasileira de Cosmetologia. Concentrações e a maneira como cada ingrediente é colocada na composição também fazem toda a diferença. Mas o mais importante – e aqui vamos nós – é saber o que cada uma destas substâncias a seguir pode fazer por você. Bom proveito!



Ácido ferúlico

Sozinho, este poderoso antioxidante talvez não leve o mérito merecido. Mas é na combinação com a Vitamina C e com a Vitamina E que ele ganha destaque. "O ácido ferúlico se torna, nessa condição, um grande potencializador da ação antioxidante desses outros ativos", diz a dermatologista Valéria Marcondes, de São Paulo. Ao atuar como um agente estabilizador, ele garante a integridade das vitaminas (que podem perder força em algumas formulações). Como um antioxidante, também age neutralizando os efeitos dos radicais livres – são eles os responsáveis por degradar as células e acelerar o surgimento dos sinais de envelhecimento da pele (como rugas, linhas de expressão, manchas e flacidez).

Onde encontrar:

C E Ferulic, SkinCeuticals, R$ 408,56

USK Advanced Defense Booster, Under Skin, R$ 259,99

Ácido hialurônico

É um dos ativos mais cobiçados pela indústria cosmética pelo seu alto poder de hidratação e por ser bem aceito pela maioria dos tipos de pele. "Apesar de ser um ácido, ele não costuma causar nenhum tipo de irritação ou alergias, pois imita uma substância produzida pelo nosso próprio organismo", esclarece a dermatologista Denise Steiner, de São Paulo. Novas tecnologias trazem suas moléculas (produzidas em laboratório) de diferentes pesos e tamanhos. Isso permite que elas permeiem de forma mais ou menos profunda na pele. "Os cosméticos mais potentes são aqueles que trazem mais de um tipo de ácido hialurônico, pois conseguem garantir uma hidratação completa", pontua Vânia Leite.

Onde encontrar:

Solar Expertise Antirrugas FPS 60 com cor, L'Oréal Paris, R$ 47,90

Minéral 89, Vichy, R$ 196,96

Nuxe Nuxuriance Ultra Re-Plumping Roll-On, NUXE R$ 230,90

Ácido kójico

Derivado da soja, do arroz ou do vinho, o ácido kójico é reconhecido pelo bom desempenho nos tratamentos de melasma. "Ele age bloqueando a ação de um aminoácido chamado tirosina, ligado à produção de melanina, que é responsável pela hiperpigmentação da pele", explica a cosmetóloga Sônia Corazza, de São Paulo. Em outras palavras, ele atrapalha o processo de escurecimento da região e formação da mancha. Uma vantagem é que apesar de ser um ácido, ele não é fotossensível, ou seja, não causa nenhum problema se for usado de dia, facilitando o tratamento.

Onde encontrar:

Discoloration Defense, Skinceuticals, R$ 229,90

Creme Clareador Klassis Emulgel FPS 20, Theraskin, R$ 145

Ácido salicílico ou beta-hidroxiácido

Um velho conhecido de quem sofre com acne ou oleosidade excessiva, o ácido salicílico (ou beta-hidroxiácido) tem ação antiinflamatória, esfoliante e seborreguladora (controla a produção de óleo pelas glândulas sebáceas). Usado em diferentes concentrações, de acordo com a necessidade, pode ser visto tanto nos rótulos dos produtos antiacne quanto nos consultórios, em forma de peeling.

Onde encontrar:

Sérum Normaderm Phytosolution, Vichy, R$ 178,49

Youth Restoring Cleanser, Jeunesse, R$ 299

Gel de Limpeza Antiacne Cuide-Se Bem Faciall, Boticário, R$ 34,90

Ácido glicólico

Da família dos alfa-hidroxiácidos, cuja maioria dos ativos é de origem natural (este vem da cana de açúcar), tem a vantagem de poder ser usado em concentrações menores e, mesmo assim, oferecer uma esfoliação química eficaz (porém suave) para a pele. "Ele provoca a renovação celular, estimulando a produção de colágeno e a ajudando na remoção de manchas", diz Valéria Marcondes. Normalmente, indica-se seu uso à noite, após a limpeza, mas como não é um ativo fotossensível também pode estar presente em produtos diurnos. Nesse caso, a única recomendação é usar junto com um protetor solar.

Onde encontrar:

Glycolic 10, SkinCeuticals, R$ 319,90

Sérum Intensivo Multiclareador, Natura, R$ 128,50

Alfa-hidroxiácidos

Diferentemente do beta-hidroxiácido (BHA) que engloba um único ativo (o ácido salicílico), os alfa-hidroxiácidos (AHAs) compõem uma família de substâncias de origem natural. Fazem parte desse grupo os ácidos derivados de frutas e cereais, como o glicólico, o lático e o mandélico. "Eles são esfoliantes químicos, que não agridem a pele, e atuam na renovação celular", explica a cosmetóloga Mika Yamaguchi, de São Paulo. O que diferencia a ação destes produtos nos cosméticos é a concentração, o veículo utilizado (sérum, creme, loção, etc.) e o mix de ingredientes. Consulte seu dermatologista para encontrar o melhor para você, ok?

Onde encontrar:

Skin Active Cellular Restoration Rejuvenescedor Facial, Neostrata, R$ 331

Creme Facial Com Alfa-Hidroxiácidos Ciclos Peeling, Racco, R$ 77,90

Arbutin

O arbutin é um derivado natural da hidroquinona, de origem botânica. "Sua principal função é clareadora de manchas e tem a vantagem de apresentar baixo risco de irritação", afirma Lilia Guadanhim. Indicado para tratamentos de manchas de sol, melasma, hipercromias ou manchas de acne, pode ser usado de manhã ou à noite (não é fotossensível). Outra vantagem é que ele oferece uma espécie de proteção extra após a exposição solar, reduzindo o grau de bronzeamento da pele e minimizando a possibilidade de causar manchas.

Onde encontrar:

Creme Clareador Facial Blancy Noturno, Mantecorp, R$ 175,90

Clarité Sérum TX, Dermage, R$ 195,90

Bakuchiol

O ativo ganhou fama recentemente com o boom dos cosméticos veganos e naturais. "Extraído da planta psoralea corylifolia, é considerado como uma alternativa ao retinol, principalmente para as peles mais sensíveis, pois não causa irritação e nem ressecamento", diz Mika. Sua principal função é induzir a produção de colágeno, garantindo firmeza e sustentação. É, ainda, um poderoso antioxidante (que protege a pele contra a ação nociva dos radicais livres).

Onde encontrar:

Sérum Phyto-Retinol com Esqualano, Biossance, R$ 389

Solução Retinol-Like, Simple Organic, R$ 145

Ceramidas

Você certamente já viu esse ativo por aí – provavelmente nos frascos de shampoo e condicionador. Depois de se provar um excelente hidratante capilar, o ativo ceramidas chega à rotina de skincare como uma ótima protetora da camada lipídica – aquela que garante a nossa proteção natural e mantém a pele com aspecto saudável. Seu principal benefício é a alta capacidade de reter água, evitando a desidratação.

Onde encontrar:

Loção Corporal Hidratante, CeraVe, R$ 89,90 (473ml)

Máscara Facial Ceramidas, Passion & Beyond, R$ 52,26

Creme para olhos Capture Totale CELL Energy, Dior R$ 429

Cisteamina

Na mira da indústria de beleza e cosméticos, a molécula cisteamina é considerada uma grande promessa no tratamento do melasma – um dos mais desafiadores para a dermatologia. "Sua molécula, produzida a partir do aminoácido L-cisteina, age diretamente nas enzimas envolvidas na produção de melanina (que causam o escurecimento da região), impedindo esse processo", explica Sônia Corazza. É bastante comparado com a hidroquinona, com a vantagem de causar menos efeitos colaterais – como vermelhidão, descamação ou ressecamento.

Onde encontrar:

Clarité Cysteamin, Dermage, R$ 268,90

Esqualano

Naturalmente encontrado em nosso organismo, o esqualano é um componente importante quando se fala em hidratação e textura da pele. Assim como outras estruturas, como o colágeno, nossa capacidade de produzi-lo diminui com o tempo, podendo ser recompensada através dos produtos de skincare. "Antigamente o esqualano usado nos cosméticos era obtido de um óleo de tubarão, mas atualmente pode ser extraída da oliva, das amêndoas e da cana de açúcar por um processo de fermentação", fala Valéria Marcondes. Justamente por isso, é um superstar no universo dos cosméticos veganos e naturais.

Onde encontrar:

100% Óleo Esqualano, Biossance, R$ 239

Sérum Facial Esqualano, Bee Basics, R$ 79,50

Extrato de ginkgo biloba

Derivado de uma planta chinesa (conhecido como um ingrediente milagroso por lá), o extrato de ginkgo biloba tem como principal ação a melhora da circulação. Por aqui, não costuma aparecer como o ativo-estrela dos cosméticos de skincare, mas como complementar em ações hidratante, antioxidante, energizante e anti-inflamatória. Indicado principalmente para peles sensíveis, com irritações ou muito secas, contribui para um aspecto descansado e luminoso.

Onde encontrar:

Ultimune Power Infusing Concentrate ImuGeneration, Shiseido, R$ 598,90

Loção Corporal Nutritiva, Caudalie, R$ 149,90

Niacinamida

A niacinamida é um consagrado ativo da indústria cosmética, usada em produtos voltados para a hidratação da pele, remoção de manchas e para atenuar sinais do tempo. "É um ingrediente superversátil, que também ajuda a controlar a oleosidade", acrescenta o dermatologista Alberto Cordeiro de São Paulo. A niacinamida vem sendo ainda mais requisitar no universo dos cosméticos pela efetividade no clareamento sem causar efeitos indesejados como irritações, descamações ou alergias. Outros benefícios, como criar um "escudo protetor" contra a poluição ambiental e raios UV colocam esse ativo na mira da indústria de beleza.

Onde encontrar:

Skincare Acido Glicólico 10% de AHA + Niacinamida, Creamy, R$ 61

Gel de Limpeza, CeraVe, R$ 89,90 (454g)

Hidratante Restaurador Pele Normal, Cuide-se Bem Faciall, Boticário R$ 49,90

Óleo de melaleuca / tea tree

É um óleo essencial das folhas do chá – o famoso tea tree. Um antisséptico poderoso, é capaz de eliminar a proliferação de fungos e bactérias de infecções. Há quem use o óleo puro, mas ele também pode ser utilizado em shampoo, cremes para peles sensíveis ou voltados para o tratamento de acne. "É também um ativo muito efetivo para tratar dermatites e/ou foliculite, que podem surgir com a depilação", complementa Valéria Marcondes.

Onde encontrar:

Gel de Limpeza Tea Tree com Esqualano, Biossance, R$ 198

Serum Facial Anti-Imperfeições Tea Tree, The Body Shop, R$ 99

Óleo de rosa mosqueta

Extraído de uma planta do chile, é rico em vitaminas e ácidos graxos. É uma boa pedida quando o assunto é cicatrização e textura da pele. Não à toa, é facilmente encontrado em pomadas de uso pós-cirúrgico, para prevenir estrias ou curar ferimentos. Apesar da boa fama, é mais utilizado de forma natural – e não tanto na composição de cosméticos industrializados.

Onde encontrar:

Óleo de Rosa Mosqueta, Simple Organic, R$ 110

Óleo Corporal de Rosa Mosqueta, Weleda, R$ 123,90

Resveratrol

Extraído da uva, o Resveratrol é um poderoso antioxidante (age prevenindo o estresse oxidativo, combatendo a ação dos radicais livres e a inflamação que causa o envelhecimento precoce da pele). Por ter ação calmante, é uma boa opção para peles sensíveis, que ficam facilmente avermelhadas ou com irritação. "Pode ser usado tanto de manhã, antes do protetor, ou à noite, como item-chave da rotina de skincare", ensina a dermatologista Valéria Marcondes.

Onde encontrar:

Resveratrol Lift Soft Cream, Caudalie, R$ 389

Sérum Anti-idade Sublime, Anna Pegova, R$ 238,90

Retinol

Do polêmico ácido retinóico, que causava muita vermelhidão e nos deixava dias em casa após um tratamento de peeling, surgiu o retinol, um derivado da Vitamina E comprovadamente eficaz na renovação celular. "O retinol age no metabolismo do colágeno, reduzindo sua degradação natural", explica Sônia Corazza. Dentro dos potinhos de cremes e séruns, atua na redução de linhas de expressão e rugas, melhora da tonicidade, firmeza e elasticidade da pele e na redução de manchas.

Onde encontrar:

Derma Complex Retinol Eye-cream, Adcos, R$ 209

Redermic Retinol, La Roche-Posay, R$ 224,91

Vitamina C

Sem dúvida, uma das queridinhas dos dermatologistas. Eis o motivo: "A vitamina C é um potente antioxidante com benefícios extras de proteger a pele dos danos causados pelo sol, estimular a produção de colágeno, clarear a pele, melhorar o viço e a textura", diz a dermatologista Lilia Guadanhim, do departamento de cosmiatria da Escola Paulista de Medicina - UNIFESP. É uma das responsáveis pelo cobiçado efeito glow natural. Versátil, costuma ser indicada tanto para peles jovens quanto para as mais maduras. Apesar de poderosa, a Vitamina C representa um grande desafio para a indústria cosmética pela dificuldade de permanecer estável e agir em sua máxima potência em uma formulação. Há, no entanto, tecnologias bem avançadas para garantir que a concentração descrita na embalagem (normalmente de 10 a 30%) seja respeitada. Há versões em creme, gel ou sérum, podendo se adaptar aos mais variados tipos de pele e necessidades.

Onde encontrar:

White Caviar Illuminating Eye Cream, La Prairie, US$ 550

Anti-idade Clinique Fresh Pressed Daily Booster, Clinique, R$ 448,90

Pró Sérum Antioxidante Vitamina C Neo Dermo Etage, Eudora, R$ 99,90

Vitamina E

Também conhecida como tocoferol, é uma substância produzida naturalmente pelo nosso organismo, com a importante função de compor a barreira de proteção natural da pele. Nos cosméticos, é um ativo bem popular, presente, principalmente, em produtos voltados para a prevenção do envelhecimento precoce. "Ela tem um ótimo efeito na melhora da aparência da pele, promovendo brilho e firmeza", diz Valéria. Quando usada junto com produtos à base de Vitamina C, seu efeito é potencializado, tornando essa uma combinação comum e requisitada.

Onde encontrar:

Serum em Óleo Noturno Vitamina E, The Body Shop, R$ 120

Pigmentbio C-Concentrate, Bioderma, R$ 155,14

Zinco

É um mineral usado normalmente para peles acneicas, com tendência ao excesso de oleosidade. "Ele age diminuindo a produção das glândulas sebáceas e consequentemente da aparência de brilho sobre a pele", diz Valéria Marcondes. Não é a melhor opção, portanto, para produtos voltados aos cuidados de peles secas e sensíveis. Normalmente em forma de séruns, pode ser usado tanto de manhã, quanto na rotina noturna.

Onde encontrar:

Effaclair Gel Concentrado de Limpeza Facial, La Roche Posay, R$ 79,90

Máscara Secativa Anti-Acne Under Skin Acnemask, Under Skin, R$ 89,90


Rotinas com 20 passos, arsenal de produtos, horas de dedicação: autocuidado ou obsessão? A discussão em torno do skincare tem muito mais camadas do que faz supor aquele belo efeito glossy no rosto.



Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE